quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

rapidinha


Não subestime os fracos eles apenas estão economizando força, pois diferente dos fortes eles sabem a hora certa de usá-la.
................................................................................
Tô indo pra Sampa a seviço hoje, bate-volta muito cansativo. Postagem pequininha, mas foi o que deu pra fazer.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

dica de leitura(por não ter o que postar)


"Quando o ouvi confessar que traíra seu alicerce, minha mente foi invadida por fenômenos sociológicos. Quem não é traidor? Que puritano não é em alguns momentos um crápula consigo mesmo? Que religioso não trai a Deus com sua soberba e suas intenções subjacentes? Que idealista não fere seus ideais políticos em nome de interesses subterrâneos? Que ser humano não trai sua saúde por algumas horas trabalhadas a mais? Quem não trai seu sono por transformar a cama em um leito de tensões? Quem não trai os filhos por suas ambições, com argumentos de que trabalha para eles? Quem não trai o amor do homem ou da mulher da sua vida com seus prejulgamentos ou pela escassez de dialogo e tolerância?

Traímos a ciência com nossas verdades absolutas, traímos nossos alunos com nossa incapacidade de ouvi-los, traímos a natureza com nosso desenvolvimento. Como o mestre nos alertou, traímos a humanidade quando hasteamos a bandeira de que somos judeus, palestinos, americanos, europeus, chineses, brancos, negros, cristãos, muçulmanos. Somos todos traidores que precisam desesperadamente comprar sonhos. Temos todos um “Judas” alojado em nossa psique. Especialista em esconder seu alicerce debaixo do tapete do ativismo, da ética, da moralidade, da justiça social."

................................................................................

Opa ai moçada to lendo o livro “O Vendedor de Sonhos” de um escritor chamado Augusto Cury, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor brasileiro. O livro é ótimo, diferente nem vou dizer muita coisa. Basta isso e esse trecho do capítulo “Psicótico ou Sábio” que deixei acima. Muito bom para a reflexão. Recomendo a todos. Boa leitura.

Seria legal se me dissessem o que entenderam da capa.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Amadores e estrelas

E naquela noite mais uma vez um anjo travesso rasgou o céu, deixando as estrelas vazarem trasbordando a imensidão com suas luzes. E aqueles dois amantes se amaram, sim é verdade eram amadores nas coisas de amar, mas se amaram simplesmente porque se amavam. E depois de muito enroscarem suas pernas umas nas outras ela indagou:
-Qual o tamanho do seu amor por mim? Esperou a resposta. E ele respondeu olhando para o céu:
-É do tamanho desse infinito céu que nos cobre essa noite.
Ele pausou e respirou fundo enquanto uma lágrima escorreu pelo rosto dela. O jovem amante limpou a lágrima que fugira e completou:
-Só que eu só vou te dar uma estrela em cada noite.

................................................................................
Só porque alguém não entende que “amar se aprende amando” e não “de repente não mais eu de repente”.

PS tava sem saco pra procurar imagem, mas imaginem oras!